Construindo o sindicato de todos nós
Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa

Artigo

Em 2016, é preciso mais união contra retrocessos

Por Todson Andrade, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa*

 

Neste domingo, 6, os metalúrgicos de Carlos Barbosa se reuniram na Festa da Família Metalúrgica. Na ocasião, mais de 4 mil trabalhadores concorreram a uma moto zero km e mais nove outros prêmios da confederativa, contribuição essencial para manutenção do sindicato e das lutas da categoria. O evento celebra as conquistas do ano e unifica ainda mais os trabalhadores para as lutas futuras. Em Carlos Barbosa, a categoria pode comemorar: sua união garantiu um aumento que repôs as perdas salariais e figura entre um dos melhores do estado e do país.

 

No entanto, em nível nacional a situação é mais delicada. A aceitação da abertura do processo de impeachment pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) reforçou a necessidade de mobilizar cada vez mais trabalhadores, setores produtivos, estudantes, enfim, todos aqueles que entendem a necessidade de aprofundar o processo de transformação social iniciado em 2003 com o presidente Lula e continuado no governo Dilma.

 

Hoje mais do que nunca, é preciso que o Brasil cresça e volte a se desenvolver com geração de emprego e distribuição de renda; com políticas sociais que reduzam as desigualdades; com investimentos que melhorem a infraestrutura e uma política de valorização da indústria nacional.

 

Neste sentido, é preciso dizer “não” ao golpismo e às tentativas de barrar este processo de mudanças; dizer “não” a setores que manobram para fazer valer seus privilégios de classe em detrimento dos direitos da maioria.

 

Por isso, merece nosso apoio o movimento “Recuperar e Fortalecer os Empregos no Brasil”, que reúne as principais centrais sindicais, entre elas a CTB, e outras entidades preocupadas com os rumos políticos e econômicos do Brasil. É hora, portanto, de todos os trabalhadores se mobilizarem ainda mais para barrar o retrocesso e fazer nossa nação avançar em melhorias e direitos para o nosso povo. 

 

* artigo atualizado a partir de versão originalmente publicada no Jornal de Carlos Barbosa, edição de 4 de dezembro de 2015

+ Artigos