Construindo o sindicato de todos nós
Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa

Atividade

Campanha salarial 2015

Os metalúrgicos de Carlos Barbosa aprovaram em assembleia na noite desta segunda-feira, 28, o reajuste de 6% retroativo a 1º de agosto e 3,81% para 1º de novembro, o que totaliza o índice de 9,81%, além de um aumento de 10,8% para o piso da categoria, que passará de R$ 975 para R$ 1.080. Mesmo em um momento de incertezas na economia foi possível garantir um bom acordo, com reposição da inflação e avanços em direitos.

 

Avanço no vale-transporte e na pré-aposentadoria

 

No que diz respeito às cláusulas sociais, a categoria garantiu a redução do desconto do vale-transporte, cujo percentual passou de 4% para 3,5%, além da diminuição, de sete para seis anos, do tempo de empresa necessário para o trabalhador garantir estabilidade pré-aposentadoria de um ano. 

 

Ganho para a família

 

Também foi assegurada a efetivação da cláusula 48 do atual acordo coletivo, determinando que as empresas abonem até dois dias da mãe ou o pai que detenha a guarda da criança quando da internação hospitalar de filho com até 60 meses, respeitado o limite de 16 horas do total de ausências do serviço. 

 

Vitória da luta e persistência

 

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Todson Andrade, a proposta aprovada  "pode ser considerada vitoriosa em virtude do momento adverso da economia", disse. Ele lembra que "desde o início, os patrões acenavam com número rebaixado. Mas, graças a nossa persistência chegamos a um índice que repõe a inflação". Os patrões ofereciam apenas 5% de reajuste para agora e o restante somente em janeiro de 2016 (4,81%). Esta proposta não reporia sequer as perdas, além de repercutir negativamente nas férias e 13º salários.

 

O novo acordo passará a vigorar com data retroativa a 1º de agosto deste ano e será divulgado nos canais de comunicação do Sindicato tão logo seja homologado pelo sistema mediador do Ministério do Trabalho e Emprego. 

+ Atividades