Construindo o sindicato de todos nós
Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa

Atividade

Posse da nova diretoria do Sindicato reúne mais de 400 pessoas

O salão da comunidade do Desvio Machado ficou lotado neste sábado, 21 de novembro. Mais de 400 pessoas prestigiaram a posse da nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa, que contou a presença de importantes lideranças políticas e sindicais.

 

Durante o ato político, o presidente reeleito, Todson Andrade, destacou que a nova diretoria assume “com o compromisso renovado e reforçado de manter a luta pelos interesses dos metalúrgicos” com as mesmas características que marcaram a construção e consolidação da entidade: diálogo e amplitude. 

 

“Enquanto estivermos à frente do Sindicato, podem ter certeza de que estaremos lutando por melhores condições de trabalho e salário para nossa categoria. Podem nos cobrar”. Ao mesmo tempo, Todson colocou que “é fundamental que os trabalhadores façam parte do Sindicato, ampliando e fortalecendo, assim, a luta da categoria. O futuro pertence a quem produz a riqueza”. 

 

O vice-presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Nivaldo Santana, enfatizou: “o Sindicato de Carlos Barbosa joga um papel muito importante não apenas no contexto local, mas também no estadual e mesmo nacional no que diz respeito à luta dos trabalhadores, especialmente no momento atual, marcado pela crise do capitalismo internacional que também atinge o Brasil”. 

 

Santana explicou que, nesta conjuntura, “é fundamental que os trabalhadores se unam na luta pela democracia, pelo reestabelecimento da normalidade política, pelo desenvolvimento, pela manutenção e ampliação dos direitos, fortalecendo, assim, a resistência e a reação aos grupos conservadores que, quando estiveram no poder, governaram contra o povo”. 

 

Guiomar Vidor, presidente da CTB-RS, destacou que o Sindicato “tem se mostrado cada vez mais atuante e representativo da luta dos trabalhadores e a reeleição da diretoria demonstra isso. Temos orgulho de te-lo filiado à nossa central”. Vidor lembrou que o sindicato tem participado de lutas importantes no estado e no país, como pelo estabelecimento do piso regional, a redução da jornada de trabalho e contra a flexibilização de direitos, pela democracia e por avanços que beneficiem os trabalhadores de todas as categorias.

 

Marcelino Rocha, presidente da Federação Interestadual de Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil (Fitmetal), declarou: “sabemos do grande respeito que esta direção tem pelos trabalhadores de Carlos Barbosa, uma categoria importantíssima para o progresso da cidade e que influencia diretamente no crescimento do PIB regional”. Para Rocha, devido ao atual cenário econômico nacional e mundial, “o Sindicato deve ter o papel de negociar e dialogar, mas sempre defendendo os interesses da classe metalúrgica”. 

 

Assis Melo, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul, entidade da qual os trabalhadores de Carlos Barbosa faziam parte antes da formação de seu próprio sindicato, destacou que “os trabalhadores devem ter sempre o direito de se organizar em sua entidade sindical a fim de defender e ampliar suas conquistas”. Ele disse ainda que “isso ganha especial significado num momento como este em que é necessária a união de todos os trabalhadores, do campo e da cidade, na luta pela retomada do desenvolvimento com geração de emprego e distribuição de renda”. Por fim, afirmou: “O Brasil não é o país do jeitinho, mas daqueles que trabalham e lutam”. 

 

O ato contou ainda com as presenças do vereador David Bampi (PDT), que representou a Câmara da cidade; o desembargador federal João Paulo Lucena, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Carlos Barbosa, Vilson Cichelero e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, Jesus Cardoso. O ato político foi seguido por jantar e show da banda Sétimo Sentido. 

 

Confira a seguir a composição da nova direção (na foto, está parte da nova diretoria):

 

DIRETORIA EXECUTIVA

Todson Andrade
Presidente
Idade: 33 anos
Empresa: Irwin 
Tempo de empresa: 11 anos
Tempo de sócio: 10 anos

 

Ivanor Ceratto
Vice-presidente
Idade: 40 anos
Empresa: Tramontina Cutelaria
Tempo de empresa: 17 anos
Tempo de sócio: 10 anos

Dirceu Luiz Deconti

Secretário-geral

Idade: 46 anos
Empresa: Irwin
Tempo de empresa: 11 anos
Tempo de sócio: 14 anos


Ana Geli Picoli

Primeira-secretária

Idade: 34 anos
Empresa: Tramontina Eletrik
Tempo de empresa: 4 anos
Tempo de sócio: 3 anos

Volnei Antonio Machado da Cruz

Tesoureiro Geral

Idade: 37
Empresa: Irwin 
Tempo de empresa: 9 anos
Tempo de sócio: 9 anos

Mauro José Lodi

Primeiro Tesoureiro
Idade: 46 anos
Empresa: Tramontina Cutelaria
Tempo de empresa: 27 anos
Tempo de sócio: 2 anos

Nilson Douglas Zuleger

Segundo Tesoureiro
Idade: 31 anos
Empresa: Tramontina Cutelaria 
Tempo de empresa: 8 anos
Tempo de sócio: 7 anos


SUPLENTES – DIRETORIA EXECUTIVA

Valério Royer

Idade: 40 anos
Empresa: Tramontina Multi
Tempo de empresa: 8 anos
Tempo de sócio: 7 anos 

Sidnei Radke

Idade: 36 anos
Empresa: Irwin
Tempo de empresa: 10 anos
Tempo de sócio: 7 anos

José Luiz Ribeiro de Lima

Idade: 53 anos
Empresa: Irwin 
Tempo de empresa: 22 anos
Tempo de sócio: 10 anos

Gilvan Carijo

Idade: 33
Empresa: Tramontina Multi
Tempo de empresa: 3 anos
Tempo de sócio: 3 anos

Alex Rodrigues Falcão
Idade: 32 anos
Empresa: Tramontina Cutelaria 
Tempo de empresa: 5 anos
Tempo de sócio: 3 anos

Carlos Bergamini
Idade: 55 anos
Empresa: Irwin
Tempo de empresa: 21 anos
Tempo de sócio: 20 anos

Cristiane Baldasso

Idade: 35 anos
Empresa: Irwin
Tempo de empresa: 4 anos
Tempo de sócia: 2 anos

 
CONSELHO FISCAL 

 

Moacir Guaragni

Idade: 43 anos
Empresa: Grendene
Tempo de empresa: 26 anos
Tempo de sócio: 5 anos

João Ângelo Deitos

Idade: 51 anos
Empresa: Tramontina Cutelaria
Aposentado
Tempo de sócio: 10 anos

Claudinei Radke

Idade: 28 anos
Empresa: Metalplaca 
Tempo de empresa: 4 anos
Tempo de sócio: 7 anos

SUPLENTES – CONSELHO FISCAL 

Itacir Capelari

Idade: 57
Empresa: Grendene
Aposentado
Tempo de sócio: 10 anos

Remo Gewer

Idade: 58 anos
Empresa: Tramontina Multi
Aposentado
Tempo de sócio: 28 anos

+ Atividades