David Fialkow Sobrinho: “Déficit zero, conta outra”

OO déficit zero está em evidência nas mídias e confunde a opinião pública. É um erro técnico equivaler o equilíbrio orçamentário de uma família e o do governo. Uma família, ao gastar em algo, troca dinheiro por bem ou serviço e aquele dinheiro não volta. Já, o governo quando gasta, p ex., elevando as aposentadorias […]

Governo prevê R$ 300 bilhões em crédito e subsídio para “Plano Safra da Indústria”

O governo federal anunciou na segunda-feira, 22, um plano de R$ 300 bilhões em crédito e subsídios para a indústria até 2026. A nova política busca melhorar diretamente o cotidiano das pessoas, estimular o desenvolvimento produtivo e tecnológico, ampliar a competitividade da indústria brasileira, nortear o investimento, promover melhores empregos e impulsionar a presença qualificada […]

As palavras e o mercado

Por David Fialkow Sobrinho, mestre em Economia Bastou o presidente eleito, Lula, defender a PEC do Bolsa Família/Auxílio Brasil e as bolsas caíram e o dólar subiu. A palavra vem sendo usada de forma imprópria. O “mercado” das manchetes é apenas o segmento financeiro, nele não está o lado real da economia, como a indústria, […]

O Auxílio Emergencial precisa ficar

Por David Fialkow Sobrinho, mestre em Economia Uma das razões da economia não cair mais foi o auxílio emergencial a trabalhadores informais. Foi o que, em boa parte, movimentou a economia, sem falar que socorreu as famílias, o que por si já o justificaria. Em grande medida, é o que explica a recuperação nas metalúrgicas […]

Economia e saúde

Por David Fialkow Sobrinho, mestre em Economia Se um familiar seu baixar hospital, você vai desejar que seja atendido por um médico em vez de alguém que dá palpite no whats. A conduta de saúde dos entes queridos se baseará em recomendações de especialistas e não em quem repete o que ouviu dizer, especialmente se […]

Salário correndo atrás

Coluna do economista David Fialkow Sobrinho O Salário Mínimo (SM) ficou em R$ 1.039,00 em janeiro, abaixo do INPC de 2019. Como a inflação de dezembro ficou acima do previsto, devido aos aumentos da carne e combustível, o governo fixou o SM de fevereiro em R$ 1.045,00 para compensar. Mesmo assim, o SM não teve […]